Política

Rui De Rosis será o novo presidente da Câmara de Santos

Anúncio deve ser realizado amanhã (11), às 16 horas, em coletiva à Imprensa. Confira também a nova Mesa Diretora

10 OUT 2018 Por Carlos Ratton 18h:34
Demais membros da Mesa Diretora: Manoel Constantino (PSDB); Audrey Kleys (Prog); Geonísio Pereira de Aguiar, o Boquinha (PSDB) e José Teixeira Filho, o Zequinha Teixeira (PSD) Demais membros da Mesa Diretora: Manoel Constantino (PSDB); Audrey Kleys (Prog); Geonísio Pereira de Aguiar, o Boquinha (PSDB) e José Teixeira Filho, o Zequinha Teixeira (PSD) / Divulgação e Rodrigo Montaldi

O vereador Rui de Rosis (MDB) deve ser anunciado amanhã (11), às 16 horas, em coletiva à Imprensa, o novo presidente da Câmara de Santos para o próximo biênio 2019/2020. A informação foi obtida hoje (10) à tarde pelo Diário, por intermédio de uma fonte dentro do Castelinho – como é mais conhecido o prédio do legislativo santista.

Será chapa única e a eleição será em 1º de novembro próximo. A mesa diretora ainda será composta pelos vereadores Manoel Constantino (1º vice-presidente - PSDB); Audrey Kleys (2ª vice-presidente - Prog); Geonísio Pereira de Aguiar, o Boquinha (1º secretário - PSDB) e José Teixeira Filho, o Zequinha Teixeira (2º secretário – PSD).

Ainda segundo informações, todos os vereadores assinaram um documento em conformidade com a composição, até mesmo o vereador Sérgio Caldas Santana (PR), preferido do prefeito Paulo Alexandre Barbosa (PSDB) para assumir o comando do Castelinho. O único que não assinou foi o vereador Bruno Orlandi (PSDB), por não concordar com a decisão.

Bastidores a Casa também dão conta que o atual presidente da Câmara, vereador Adilson Júnior (PTB) e mais alguns parlamentares   tinham restrições ao nome de Audrey Kleys, mas De Rosis resolveu abraçar a candidatura da colega de plenário e a vereadora foi aceita pelo grupo.  

Até a tarde hoje (10), a composição da Mesa Diretora ainda era uma incógnita, mas a possibilidade de De Rosis assumir a presidência da Casa não era novidade para os leitores do Diário. No último dia 25, na Coluna Contraponto, o jornal havia adiantado que pelo menos 13 vereadores estavam dispostos a cacifar De Rosis, contrariando determinação do Palácio José Bonifácio.          

Ao ler a nota no dia de sua publicação, o parlamentar resolveu se manifestar dizendo que nada estava definido. “Somos 21 candidatos à presidência e não sinto, por parte do Governo, nada contra o meu nome. Provavelmente, vamos eleger a nova mesa diretora dia 1º de novembro e todos são candidatos em potencial”, revelou o parlamentar.

 

Deixe seu Comentário

Leia Também

©2018 Diário do Litoral. Todos os Direitos Reservados.
Plataforma