Política

MDB adota neutralidade e vai liberar filiados no segundo turno, diz Eunício

O anúncio oficial da decisão está marcado para meio dia desta quinta-feira (11)

11 OUT 2018 Por Folhapress 11h:22
/ Fabio Rodrigues Pozzebom/ Agência Brasil

O MDB vai adotar posição de neutralidade no segundo turno das eleições presidenciais, liberando seus filiados para apoiar Fernando Haddad (PT) ou Jair Bolsonaro (PSL), informou à reportagem o atual presidente do Senado, Eunício Oliveira (MDB-CE).

O anúncio oficial da decisão está marcado para meio dia desta quinta-feira (11).

O martelo foi batido em reunião na noite desta quarta-feira (10), com participação do presidente Michel Temer e do presidente do MDB, senador Romero Jucá (MDB-RR).

"Acho o melhor caminho, para depois das eleições tomarmos o nosso rumo", disse Eunício.

O senador, que não foi reeleito, afirma que não deve se envolver diretamente na campanha. Em entrevista dada nesta semana, porém, ele afirmou que vai manter a posição do primeiro turno, quando votou em Haddad.

Deixe seu Comentário

Leia Também

©2018 Diário do Litoral. Todos os Direitos Reservados.
Plataforma