Mundo

Bispos reunidos no Vaticano discutem abusos sexuais

Hoje é o primeiro dia de debates de um sínodo dedicado aos jovens e que vai até 28 de outubro

4 OUT 2018 Por Folhapress 17h:50
Cerca de 350 bispos participarão desta assembleia, além do papa Francisco Cerca de 350 bispos participarão desta assembleia, além do papa Francisco / Associated Press

Os escândalos de agressões sexuais cometidos por membros do clero e a necessidade de haver um diálogo mais livre sobre a sexualidade foram temas abordados, nesta quinta-feira (4), por bispos reunidos no Vaticano.

Hoje é o primeiro dia de debates de um sínodo dedicado aos jovens e que vai até 28 de outubro.

"Não temos de defender a instituição, mas temos, antes de tudo, de proteger as crianças e os jovens", convocou o bispo auxiliar de Lyon, dom Emmanuel Gobillard, diante dos cerca de 350 participantes desta assembleia e do papa Francisco.

"Hoje, a instituição está humilhada pelos pecados escandalosos daqueles que cometeram crimes abomináveis, assim como pelo silêncio gravemente culpado de alguns dos nossos irmãos", declarou Gobillard.

O bispo francês pediu uma conversa "construtiva" sobre a sexualidade e o celibato nas instituições escolares, mas também nos noviciados, seminários e institutos de formação.

Deixe seu Comentário

Leia Também

©2018 Diário do Litoral. Todos os Direitos Reservados.
Plataforma