Esportes

Roger fará testes no Palmeiras e indica chances para Michel Bastos e Guerra

Por enquanto, o time alviverde tem 100% de aproveitamento e tem a sua classificação encaminhada para a fase de mata-mata

14 FEV 2018 Por Folhapress 18h:45
Roger Machado vai começar a rodar mais o elenco do Palmeiras Roger Machado vai começar a rodar mais o elenco do Palmeiras / Agência Palmeiras

Roger Machado vai começar a rodar mais o elenco do Palmeiras. Depois de um início de ano mantendo a base do time em quase todas as partidas, o técnico agora admite começar a fazer observações já a partir desta quinta-feira, em partida contra o Linense, pela sétima rodada do Campeonato Paulista.

Por enquanto, o time alviverde tem 100% de aproveitamento e tem a sua classificação encaminhada para a fase de mata-mata.

"Com a repetição, você ganha alguns aspectos e isso se mostrou acertado. Agora, com 18 pontos, eu penso em fazer algumas observações, mas sem alterar o sentido completamente do que já conquistou. Podemos ter uma alteração pontual, uma segunda, mas sem desestruturar. E tentando sempre motivar meus atletas", explicou o comandante em entrevista nesta quarta-feira.

Roger não quis dar dicas de todos os testes que vai fazer e prometeu mostrar nos treinos as suas ideias. Ele indicou que Guerra é um dos nomes que deve ganhar chance, mas sem citar onde o venezuelano poderia atuar.

O atleta já foi testado como meia, no papel que hoje é de Lucas Lima, e até como falso 9. Além dele, Michel Bastos será mantido como lateral esquerdo. Edu Dracena e Moisés terminam preparação física para terem mais chances, assim como Diogo Barbosa, que termina fase de recuperação após ter machucado o tornozelo.

"Sim, ele (Michel Bastos) vai jogar. E eu tenho o Guerra para oportunizar uma chance, porque entrou em um ou dois jogos e quero contar com ele e preciso motivar", completou.

"A ideia é, a partir deste momento, dada as circunstâncias e as necessidades, fazer uma observação ou outra. Não desejo alterar muito a base para não correr risco de perder o que a gente já conseguiu fazer", reiterou.

No jogo desta quinta, Roger pode igualar Filpo Nuñez, que já teve um início de trabalho com sete vitórias consecutivas. Para isso, o Allianz Parque precisará ver os palmeirenses vencerem o Linense, indo aos 21 pontos.

O comandante fez questão de elogiar jogadores e funcionários pelo excelente início. "O que não me gerou surpresa, conheço profissionais que estão no clube, é que a estrutura funciona como um relógio, funciona muito bem. Somos muitos profissionais, mas cada um sabe seu momento, sua importância e seu lugar dentro da instituição. Isso leva para dentro de campo o que de melhor tu pode oferecer para o atleta", afirmou.

"Isso vai ser traduzido em conquistas. O campo é o último elo de uma corrente. Quando os outros elos estão fortes, inclusive a política do clube, é importante. O retorno de estar treinando um clube como o Palmeiras é muito grande, isso motiva a gente."

Deixe seu Comentário

Leia Também

©2018 Diário do Litoral. Todos os Direitos Reservados.
Plataforma