Cotidiano

Sindicato pede apuração sobre dupla função em Praia Grande

Denúncia do órgão é que pelo menos seis trabalhadores estariam dirigindo veículos irregularmente

12 SET 2017 Por Da Reportagem 11h:00
Funcionários que atuam na secretaria que cuida, por exemplo, da manutenção das praças, estariam dirigindo Funcionários que atuam na secretaria que cuida, por exemplo, da manutenção das praças, estariam dirigindo / Rodrigo Montaldi/DL

O presidente do Sindicato dos Servidores Públicos de Praia Grande, Givanildo Berto da Silva, encaminhou ofício ao prefeito Alberto Pereira Mourão (PSDB) visando levar ao conhecimento da administração supostas irregularidades praticadas pela Secretaria de Serviços Urbanos (Sesurb).

A pasta estaria permitindo que servidores dirijam veículos operacionais de forma irregular, sem terem sido admitidos como motoristas. Segundo Gil, pelo menos seis servidores foram denunciados.

O presidente do Sindicato já solicitou a abertura de procedimento disciplinar Investigatório para averiguar a veracidade das informações e punir eventuais responsáveis.

“Não pode. Ele passou no concurso para exercer uma função e está realizando mais uma. Se ocorrer um acidente, quem será responsabilizado? Existe motorista suficiente na Prefeitura de Praia Grande. Vou reunir amanhã (hoje) com o responsável pelo pasta (secretaria) e quero saber porque isso está ocorrendo e quando isso vai terminar”, afirma Gil.       

Gil informou que o sindicato não vai revelar a identidade dos denunciantes, nem tampouco a dos denunciados, até o final das investigações.

“A responsabilidade e o respeito ao ser humano nos obriga a manter em sigilo os nomes de denunciantes e denunciados. Agora cabe ao prefeito tomar as providências para apurar os fatos, encontrar a verdade e punir, na forma da lei, os possíveis culpados”, finaliza Gil.

Procurada, a Prefeitura de Praia Grande não enviou, até às 19 horas de ontem, um posicionamento sobre a denúncia feita pelo presidente do Sindicato dos Funcionários Públicos.

Deixe seu Comentário

Leia Também

©2017 Diário do Litoral. Todos os Direitos Reservados.
Plataforma